Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico




ONLINE
1





Partilhe esta Página



Total de visitas: 12817
Escritos para mim... II
Escritos para mim... II

                                                               

OBRIGADO!

 

 

    

Especialmente para a minha querida amiga Nell Morato, voltei a escrever depois de alguns dias, muito obrigado pela força que tu tens me dado, um abração...

Dança entre anjos.
Por Diego Brum.

Dois destinos se observam,
Atentamente com os olhos da alma;
Olhos iluminados pela luz dos laços que apertam mas não sufocam;
Eu te observo,
E como o mais lindo sorriso,
Deixo-me dominar e ser dominado,
Somos um aglomerado de possibilidades e sentimentos,
Esperando pelo momento em que o ser amado atravessará o nosso caminho;
E eu espero ser tomado pelo teu mais intenso carinho;
Dos teus lábios que me seduzem e me enamoram...
Eu quero dizer-te,
Que preciso ver-te,
Onde a margem da loucura dê forma a minha imaginação;
Como um conto de fadas desenhado em minha mente,
Teus lábios doces e quentes,
E o teu corpo desenhado nas linhas da mais pura paixão...
Teus olhos,
São a própria essência flamejante,
Das estrelas lindas e brilhantes,
Que no céu sorriem,
Pela graça divina de poder te observar;
O teu corpo é um sonho de esmeralda,
Verde como a esperança que guardo no peito,
Que cerca o anseio de minha alma como um colar;
Eu preciso sentir o teu toque,
O teu próprio desejo convertido na mensagem do eterno amor;
Eu preciso ser-te,
Observar-te,
Amar-te,
Para ter-te em meu próprio destino;
Eu preciso guardar-te,
Sentir-te,
Desejar-te,
Para que possamos estar entrelaçados em nosso próprio infinito;
E então,
A felicidade corromperá toda a nossa dor...
Somos dois anjos,
Sorridentes a voar,
Guardando a mensagem de toda uma vida no ser;
Nossos destinos se cruzaram,
Como enigmas predispostos,
Respostas jogadas ao acaso,
Esperando o vento fluir,
E como uma brisa nos fazer sentir,
Que todas as peças se encaixaram...
Um espelho guarda todos os reflexos daquilo o que somos,
E conforme vivemos pelo amor verdadeiro,
Damos vida a tudo aquilo que sonhamos;
E passamos a compreender,
Que o amor foi feito para contrastar com a escuridão,
Sendo uma luz guia à humanidade,
Fazendo de nosso próprio reflexo a felicidade,
Que observamos nos olhos de um anjo...
Segures a minha mão,
Mais uma vez a vida nos dá a chance de viver;
Sintas em meu ser que ainda há um espaço para ser feliz;
Pois para quem vive pelo amor,
A vida nunca terá fim;
Pois quando se ama,
A esperança nunca se acaba,
E quando te amo,
Minha chama nunca se apaga,
A vida ganha um novo sentido,
Na forma da tua alma que me faz arremeter...
Com as asas que tu me destes,
Para poder voar;
Em um mundo de sonhos,
Eternamente sonhar;
Somos dois anjos em busca do paraíso,
Buscando a resposta áurea no coração de nosso próprio labirinto;
Encontrando novas razões para acreditar;
E eu descobri que o meu lugar é ao teu lado,
Como dois corações pulsando em uma mesma batida,
Vivendo uma mesma vida,
E na pista do destino para sempre juntinhos dançar...


NOTA:  Estou muito feliz... finalmente meu amigo Diego Brum encontrou o seu anjo... que chama Cecília!